quinta-feira, 6 de maio de 2010

Equilíbrio


Começei a pensar nisso quando, num quarto de hotel, onde estou agora há mais de duas semanas consegui (vai ser poético, calma)... ouvir o som do silêncio (uau!). Fala sério, vou te fazer uma pergunta: quanto tempo faz que tu não tira um tempo pra ti? Seja de de que maneira for, num chimarrão daqueles de um fim de tarde, numa caminhada que seja, antes de dormir, no intervalo do teu trampo... ficar quieto um pouco e pensar no... "nada"?

Aí sempre tem aquele que vai dizer já com os cabelos em pé e voz rasgando: PENSAR NO QUE PORRA! Óbvio este vai ser o teu chefe ou um estressado de plantão... mas calma, esse aí o infarto vai levar rapidinho.

Tu pode responder se quiser... pensar na tua vida seu cavalo! Cadê aquele teu amigo que não viu mais, qual foi o dia que tu deu flores pra tua namorada a não ser nessas datas cafajestes que o comércio te estupra em 15X com entrada só pra 60 dias? Jantou com quem ontem à noite? Lembra do que conversaram?

Cada vez que me bate esta coisa de pensar e repensar na vida, só uma palavra me vem à cabeça: equilíbrio. Se nós vivêssemos com mais tranquilidade e fazendo as coisas de um jeito mais tranquilo, este equilíbrio jamais abalaria as nossas estruturas e nem o stress apareceria ou viria com muito menos frequencia.

É meu velho, as coisas só são questão de equilíbrio.

Mestre é aquele que faz da vida um equilíbrio perfeito e harmonioso com tudo: profissional, pessoal... mental, corporal... enfim é nisso que quero me identificar mais vezes, porque depois dos 30 queridão, só assim pra não enlouquecer com o ritmo que a vida te leva arrastando pra ficar mais velho.

Malditas meninas que na Redenção em Porto Alegre, deixaram a bola de vôlei escapar e parou perto de mim... quando joguei de volta à elas, o agradecimento foi: "valeu tio". Fuderam com meu domingo, mas não vou negar que (mesmo querendo matar as piriguetes) fui pego de surpresa e até ri junto, é o que vou passar à ouvir mais vezes, tenho que me preparar pra isso mesmo. E mais... se matasse elas, não estaria exercendo o meu equilíbrio (...mas toda a regra DEVE ter uma exceção) né?

Um comentário:

  1. exato. equilibrio é o que há. #prontomaisdoquefalei

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails