terça-feira, 4 de maio de 2010

Não Adianta Beiço



Pois é rapá... to procurando atualizar o blog com textos diários, mas às vezes "dá coisinha". Aí corro atrás da máquina, mas o que importa é que mesmo na estrada faço os textos e deixo tudo direitinho pra galera que está me lendo, e sabe que to bem exibido?! Mais de 150 visitas em pouco mais de duas semanas que já esta no ar!!!!!!!!!!

Mazááááá!

Bom a coisa hoje é "o beiço", então vambora...

Aprendi isso há algum tempo mas a resposta (que de certa forma já tinha) vinha martelando desde há muitos dias com tanta coisa que "ouvi". A minha cabeça é que é dura mesmo, apesar de que conheço um bocado de gente que se dá bem com esta estratégia, mas não é regra, logo a postura que devo tomar será de maneira que respeite à mim mesmo, o que até agora estava inversa, pensava demais em coisas que queria e passei inclusive de meus limites. E quer saber? Não adianta fazer beiço, o negócio é seguir o rumo, do contrário, a ferida só aumenta. Evidente que falo de relacionamento e que me sinto triste.

As pessoas se magoam quando a gente toma uma postura mais dura com elas, mesmo a gente não ofendendo (elas acham que a gente faz isso)... e é estranho... parece que elas se acostumam com a "doçura" do nosso sofrimento e querem que continuemos. Só que pera aí: não é assim que deve funcionar. Então tomo a distância tão desejada e realizo a plena felicidade de um fim de tormento (que acho que deve ser).

A distância de tudo pode ser um bálsamo pra quando se quer repensar nas coisas que fez ou deixou de fazer e deixar a saudade bater em quem quer que seja, quando o orgulho não for maior que a saudade, quando pensar nos rumos da vida de novo não for motivo de vergonha e adimitir vontades escondidas. Te procurar, dar um oi, conversar e dizer que és uma pessoa que faz falta, e nessa hora o olho "molha", eu seco e continuo a escrever. E tenho medo de estar duro demais e secando por dentro pra sentir as mesmas coisas tudo de novo e querendo ficar sozinho.

Por isso o "beiço".

A gente se esforça ao máximo pra fazer com que acreditem em ti, muda conceitos, muda o jeito de pensar... enfim te molda pra fazer alguem feliz e não vê a hora pra que isso aconteça porque são coisas que realmente passou a querer de verdade e não mera casualidade, mas se isso não mexe nem com as "caspas" de outra pessoa, é porque tu tá é morto, meu querido e bem enterrado num cemitério da Sibéria. Então "quando" ou "se" existir uma possibilidade na longa fila tu vai ficar atrás daquele cara que tem bafo, só três dentes na boca, e ainda por cima nenhum sentimento carregado no peito... vai ver é por que tu tá na fila errada.

Saber como pode ser frustrante esforços ou projetos de vida, são um murro na cara, e isso não tem como deixar alguém de pé. Mas a gente cai e levanta. É assim que deve ser, acho que tudo hoje já nesce pra ser prático e ficar pronto em 3 minutos, sem meias palavras, ou recados subliminares via internet, que alguns utilizam... coitados, eu sou velho, da trupe dos "fala na cara seu bosta", mas me divirto mesmo assim e que o "beiçinho" fiquem pros outros eu to pedalando minha bicicleta.

Pena ter dado essa atrasada, quero manter o blog atualizado, essa é a idéia mas como disse: tô na estrada e não tenho (ainda) um "note" porque conexão é barbada, não há lugar mais onde não tenha tecnologia wireless... mas 3G querido, nem de graça. Aí com um note é barbada mas só lembrando... se com um note (evitando ao máximo render-se ao 3G) e não tendo wireless onde estiver, aí não tem como.

Mas também não adianta fazer beiço!


Um comentário:

  1. Só pelo fato de te preocupares com o “endurecimento interno”, é prova q esse teu coraçãozinho maluco será sempre mole!!kkk

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails