segunda-feira, 21 de junho de 2010

RePlay


Passei o fim de semana fazendo uma coisa que gosto muito: "cinemando". Estou revendo filmes que gostei, e um em específico me (re)emocionou muito apesar de já tê-lo assistido, mas como fazia muito tempo, hoje olho com outros olhos, sabe? É bom poder sentir a mesma emoção, rir de novo... relembrar as boas histórias. Estou com vários na fila e muitos já fiz o mesmo... e é muito legal.


Foi ao som de uma trilha sonora completamente envolvente, que me deixei levar por um mundo singelo e ao mesmo tempo forte. A sensibilidade única e contudente de Tom Hanks em Forrest Gump – O Contador de Histórias (1994) me fez sentir criança e relembrar de várias coisas da minha vida. Como cresci, como protagonizei os capítulos dela até agora e seus desfechos. E nem sempre a gente ganha – o que não significa que a gente perdeu, e tampouco que a nossa inocência foi embora por completo.

Claro que Forrest não fazia isso com discernimento... ele era "lerdinho", mas o personagem em si, traz uma ternura que faz pensar do porquê a vida não poderia ser mais simples (apesar de que é a gente mesmo que complica). A pureza de sentimento ao qual tem por sua Jenny, o início, tudo como se transcorreu ... até o desenrolar final, me fez também ter uma ponta de vontade de (re)acreditar no amor e suas "lacunas" necessárias... sei lá.

Bubba é a chave que une o filme à linguagem da amizade e de como ser fiel e dar valor à palavra e às promessas são o ouro do mundo, não no caso do filme especificamente... hahahahah até porque, não acho que foi uma decisão muito acertada, do pobre Forrest mas...

Ganhador de 6 prêmios da acadamia, incluindo melhor filme e 3 Globos de Ouro, também incluindo melhor filme, vale a pena entrar quantas vezes for no mundo das histórias encantadoras, recheadas de simplicidade assim como o seu personagem, que foi além das minhas expectativas...

Mas sinceramente, fico pensando onde está minha Jenny agora, pra podermos ficarmos "como pão e manteiga, novamente". E de como a vida pode ter os encantos e surpresas "como uma caixa de bombons" .



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails